Segurança Cibernética na Cultura Organizacional

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 16 de dezembro de 2021

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Sejamos óbvios: vivemos em um mundo digital. Nossas vidas profissional, pessoal e financeira estão gravitando em direção à internet, à computação móvel e à mídia eletrônica.

Esse fenômeno, entretanto, nos torna vulneráveis a ataques maliciosos, fraudes, invasões de privacidade e outras situações desagradáveis. 

Por isso, a segurança cibernética se tornou vital para manter a organização e segurança do mundo digital. É por meio dela que se garante proteção contra cibercriminosos, hackers e outros agentes fraudulentos. 

Assim, entenda aqui o que é segurança cibernética e toda sua importância como ferramenta para combater os ataques cibernéticos.

Afinal, o que é Segurança Cibernética?

A segurança cibernética, ou cibersegurança, como muitos conhecem, é o estado ou processo de proteção e recuperação de sistemas de computador, redes, dispositivos e programas de qualquer tipo de ataque cibernético.

Inclusive, os ciberataques estão cada vez mais em evolução e progressiva sofisticação. Pois, os invasores empregam novos métodos com base em engenharia social e Inteligência Artificial (IA) para contornar os controles tradicionais de segurança de dados.

De toda forma, entendemos que o mundo depende cada vez mais da tecnologia e essa dependência continuará cada vez mais forte e visível.

Por isso, é preciso implementar soluções inteligentes de segurança e adotar novas tecnologias para manter a proteção dos dados dos clientes e prevenir o vazamento desses dados, incluindo os empresariais

O roubo de informações é o segmento de crime cibernético mais caro e com crescimento mais rápido, e em grande parte é a crescente exposição de informações na web, por meio de serviços em nuvem, que o impulsiona. 

Nesse caso, consumidores comuns enfrentam esquemas de phishing, ataques de ransomware, roubos de identidade, violação de dados e perdas financeiras. 

Claro, esse não é o único alvo. Os ataques cibernéticos podem ter como finalidade comprometer a integridade dos dados (destruir ou alterá-los) para gerar desconfiança em uma organização ou governo, por exemplo, ou mesmo paralizar algum site, sobrecarregando servidores para derrubá-los, deixá-los inativos (leia DoS e DDoS – Saiba tudo sobre eles!) .

Quanto mais dependentes da internet, mais precisamos de boa segurança cibernética em todas as suas formas.

Por que a Segurança Cibernética é importante?

Parece ser uma pergunta meio óbvia, mas nem sempre entendemos a magnitude de sua resposta. 

Antes de tudo, saiba que segurança cibernética e segurança da informação são dois tópicos diferentes, mas que completam o outro. 

Enquanto que a Segurança Cibernética atua no cuidado e defesa na internet, a segurança da informação está relacionada com a prevenção e proteção das organizações e seus agentes contra os mais diversos tipos de ameaças (não apenas no ciberespaço).

É importante entender que a importância da cibersegurança está aumentando. Como dito anteriormente, a dependência tecnológica da nossa sociedade é muito grande e a tendência é crescer sem parar. A consequência disso é uma gama de vulnerabilidade de segurança em potencial que não existia. 

Sofrer um ataque cibernético não é apenas uma ameaça direta aos dados confidenciais que as empresas precisam. Um ataque também pode arruinar os relacionamentos com os clientes e até mesmo colocá-los em risco legal.

Dessa forma, com os perigos dos cibercrimes cada vez mais sérios, não é de se admirar que a previsão de gastos com segurança em todo mundo tenha um aumento de 8% em somente um ano até 2022, chegando a US$ 170 bilhões.

Seja grande, seja pequena, a maioria das empresas tem uma presença online e isso apresenta questões complicadas em relação às informações.

Para altos escalões do governo e da indústria, a necessidade de proteger as informações confidenciais se tornou uma preocupação urgente.

Logo, a segurança cibernética é uma questão de emergência, afinal, pessoas do outro lado do mundo podem roubar até segredos de estado! Portanto, empresas com modelos de negócios que dependem do controle dos dados de clientes, podem comprometer seu banco de dados se não derem a devida importância à Segurança Cibernética, e não apenas nos processos, como também na cultura organizacional. 

Conclusão

A melhor forma de combater os cibercrimes é através de uma forte segurança cibernética. E pode-se tomar algumas medidas para isso, como: reestruturar o que a empresa possui em relação à cibersegurança, trabalhar a proteção de dentro para fora (não somente implantar processos tecnológicos, mas também conscientizar as pessoas) e tornar a segurança um objetivo coletivo.

Ou seja, os colaboradores são parte importante na descoberta e inibição dos ataques, pois representam a primeira defesa da empresa.

Lembrando que o campo de Segurança Cibernética pode ser dividido em inúmeras seções diferentes – o sucesso desse programa de defesa é crucial quando há boa coordenação dentro da organização.

Portanto, trabalhe a importância da segurança cibernética como parte da cultura organizacional, assim pode-se evitar prejuízos.

Em suma, a eficiência da cibersegurança da empresa é um assunto que merece a atenção dos gestores e deve estar entre as prioridades das ações de tais profissionais, ok?

Falamos sobre os mitos sobre segurança cibernética em um dos posts aqui do blog. Aqui mesmo você encontra mais artigos essenciais para seu entendimento sobre TI. 

Enfim, não deixe de conferir ou escrever um comentário caso tenha dúvidas sobre o tema!

Facebook
Twitter
LinkedIn

Artigos Relacionados

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *