Cloud Computing: benefícios e limitações

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 12 de maio de 2020
Benefícios e Limitações da Cloud Computing

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Cloud Computing: benefícios e limitações. Além disso, saiba as vantagens para as empresas

Até poucos anos atrás, a computação em nuvem (do inglês “Cloud Computing”) foi tradada como uma tendência futura. A aposta era de que nós não iríamos mais precisar instalar programas para realizar, desde tarefas básicas (como mexer com planilhas), até trabalhos mais complexos (vide edição de imagens e vídeos). Pois, tudo seria feito pela Internet.

Neste artigo, vamos ver cada fator limitante e os benefícios de se manter uma nuvem. E só para ilustrar: os custos; espaço para armazenamento; flexibilidade; manutenção de TI verde em troca da redução de energia e equipamentos. Além de: mobilidade; requisitos de segurança; limitações quanto à localização dos dados; privacidade; a dependência da Internet e o processo de migração para dentro ou fora da nuvem.

PMG Academy INDICA:

Desse modo, vamos acompanhar o que o Cloud Computing nos oferece como benefícios!

Cloud Computing computação em nuvem homem aplicando em sua empresa
Tecnologia que permite o acesso remoto através de qualquer dispositivo a fim de ajudar seus usuários

Os benefícios

Aqui se dá a origem do que o Cloud Computing e seus benefícios agregam aos bons valores. Conheça!

  • Redução de Custos: a computação em nuvem é vista como um investimento. Desse modo, as empresas podem poupar dinheiro a longo prazo através da obtenção de recursos.
  • Aumento de armazenamento: ao invés de adquirir grandes quantidades de armazenamento, as empresas podem aumentar o armazenamento de forma notável. Solicitando, portanto, ao fornecedor de serviços espaço adicional, quando a necessidade se faz reconhecida.
  • Altamente automatizado: como o software e os requisitos de hardware ficam hospedados em um provedor de nuvem, então, os seções locais de TI não têm mais que se preocupar em manter as coisas em dia e disponíveis.
  • Maior mobilidade: uma vez que os dados são armazenadas na nuvem, acessá-los é muito simples. Assim, basta o usuário ter uma conexão com a Internet, apesar de onde estão localizados.
  • Mudança do foco da TI: uma vez que o encargo do ambiente de computação tem, essencialmente, deslocado para o provedor de nuvem, os setores de TI podem se concentrar mais nas necessidades da empresa e no progresso de aplicações estratégicas e táticas e não nas necessidades operacionais do dia-a-dia.
  • Rumo a TI Verde: ao liberarem os espaços físicos, a virtualização dos aplicativos e dos servidores contribui para a redução de equipamentos. Assim, como a necessidade de ar condicionado, como resultado, menos desperdício de energia elétrica.
  • Manter as coisas atualizadas: similar a mudança de foco da TI. Este benefício acontece em virtude das novas exigências dos prestadores de serviços de nuvem. Ou seja, o foco dos prestadores é acompanhar e manter as mais recentes ferramentas e técnicas para a contratante.

As limitações

Existem diversas áreas complexas para os ambientes de computação em nuvem. Decerto, veja!

  • Segurança: como os dados não estão mais em sua própria empresa, a segurança torna-se uma questão primordial e surgem perguntas. Em síntese: os dados são protegidos de forma adequada? Existe um sistema à prova de hacker? Os requisitos regulamentares e governamentais para a privacidade são cumpridos? Como você descobre o vazamento de dados? Desse modo, é importante notar que a governança corporativa estará sempre preocupada com os dados retidos fora da empresa.
  • Localização e Privacidade dos Dados: onde e como são guardados? O provedor tem segurança adequada para os dados nos locais onde eles estão zelados?
  • Dependência da Internet: já que os recursos de cloud não estão disponíveis na rede local, você tem que se preocupar com a Internet. Se acaso perca o acesso, o que acontece com seu ambiente de computação em nuvem? Se o seu provedor de serviço aumentar, os períodos ausentes, o que você faz com seus colaboradores e clientes? E no caso de aumento da latência ou atrasos nas respostas?
  • Níveis de disponibilidade e de serviço: a maioria das empresas conhece os acordos de níveis de serviços. Então, o acordo de nível de serviço especifica a fração da capacidade de serviço que alguém tem em fornecer, assim como as sanções por seu não fornecimento. Como ter a certeza de que o prestador de serviços em nuvem tem recursos capazes para manter um acordo de nível de serviço que você assinou com eles?
  • Migração das aplicações de negócio: você consegue migrar seu aplicativo para as plataformas internas da sua empresa de um fornecedor de cloud? Quais os esforços para transferir os dados em seus sistemas e usá-los em um provedor SaaS na nuvem? Você pode recuperar o custo de maneira eficaz?

Vantagens para o negócio e empresa

Implementar um ambiente de nuvem pode fornecer três categorias de benefícios para o negócio e empresa:

Benefícios Operacionais: Cloud Computing e seus benefícios podem fazer com que as coisas fiquem mais fáceis para a empresa através das muitas melhorias, tornando mais eficiente o dia-a-dia nos negócios.

Leia também: Conheça as vantagens da cloud computing para a sua empresa.

A palavra eficiência pode ser aplicada a vários cenários:

  • A eficiência do servidor: comprando e utilizando apenas o poder de processamento que precisa, os servidores subutilizados estão se tonando coisas do passado;
  • Para a maioria das empresas, de acordo com o Instituto Uptime, apenas 15% a 20% da capacidade de computação total está em uso em qualquer momento;
  • Eficiência do funcionário: a prática de acessar os seus dados a qualquer momento em qualquer lugar significa que sua equipe pode estar na rua, no escritório ou em casa;
  • Competência na energia elétrica: a redução de custos de energia podendo perceber em um Datacenter e através do consumo de ar condicionado, o dia todo, todos os dias;
  • Eficácia de recuperação de desastres: servidores na nuvem já estão protegidos e seguros;
  • Eficiência de treinamento: a equipe técnica de manutenção dos servidores não estão precisando de treinos pela empresa;
  • Eficiência da flexibilidade: com a flexibilidade da Cloud Computing, surge a capacidade de expandir conforme as necessidades de negócio crescem, e retrair à medida que a empresa precisa cortar custos.

Benefícios econômicos

Quando a palavra economia está sendo usada, muitas vezes pensamos em finanças e dinheiro, pois a cloud pode ser um investimento em prol de uma redução de custos para a empresa. Porém, a cloud pode também permitir que a empresa reduza a sobrecarga na forma de pessoal, hardware, instalações e custos de energia.

Benefícios de pessoal

Correm o risco de alcance através do uso da cloud. A empresa pode reduzir o número de pessoal de TI ou optar por trabalhar com a equipe de uma forma diferente a fim de obter resultados.

Todavia, ao invés de se preocupar com as tarefas diárias do setor de TI, o pessoal pode agora concentrar-se no avanço de novas aplicações que possam agregar um valor maior para os negócios da empresa.

E, para finalizar, eu quero saber a sua opinião sobre esse artigo.

Deixe a sua questão logo abaixo sobre o que mais gostou, ou sobre alguma dica extra que você deseja compartilhar conosco e até mesmo alguma crítica sobre esse texto.

Por fim, logo após, eu respondo o mais breve. Até mais!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Artigos
Adriano Martins Antonio

O que é Big Data?

A expressão Big Data não é recente – é possível encontrá-la nos dicionários durante a última década e o seu conceito é ainda mais antigo:

Leia Mais »

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *