Como aplicar DevOps na prática?

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 6 de janeiro de 2022

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O DevOps vem sendo um assunto muito em alta no setor de Tecnologia da Informação. Analistas comentam com frequência sobre as virtudes dessa cultura e como ela pode ser mais rápida, mais segura e menos dispendiosa para construir e implantar software.

Já falamos sobre o que é o DevOps e seus benefícios, mas ainda existe um grande problema para muitas organizações quando se fala nessa abordagem: como tirá-la da teoria e aplicá-la na prática?

Por isso, é bem normal encontrar empresas que relatam um progresso lento na obtenção do DevOps. Continue lendo o texto para descobrir como superar essa dificuldade. 

Objetivos do DevOps na teoria

Antes de tudo, é importante mencionarmos que o DevOps pode ajudar você a alcançar vários propósitos – na teoria.

Na verdade, a maioria das discussões sobre o DevOps se concentra em alguns princípios-chave:

  • Os desenvolvedores devem trabalhar em estreita colaboração com a equipe de operações de TI;
  • O software deve ser entregue de maneira contínua;
  • Os membros da organização de TI devem ter fácil acesso às informações sobre o processo de entrega de software, ou seja, tais informações não podem ser “isoladas”;
  • As operações de entrega de software devem ser capazes de escalar, isto é, suportar volumes maiores, mesmo se o tamanho da equipe não aumentar. A automação é fundamental para alcançar escalabilidade;
  • As equipes de TI precisam se esforçar para a melhoria contínua, de modo a identificar os pontos fracos e usá-los para melhorar as operações.

Essas metas podem melhorar o software da perspectiva de quem o cria e quem o usa.

Como aplicar DevOps na prática?

Claro, como dito, é mais difícil colocar na prática o DevOps do que apenas expor na teoria seus objetivos.

Porém, é ainda necessário afirmar que fazer DevOps não é tão simples quanto simplesmente adotar um novo tipo de infraestrutura ou um novo tipo de ferramenta.

Por conta disso, colocar o DevOps em prática exige a reconfiguração de todo o processo de entrega de software. E normalmente envolve a adoção de uma variedade de novas ferramentas, assim como o uso de ferramentas existentes em novas formas.

Assim, veja algumas dicas para operacionalizar o DevOps:

Identifique as ferramentas que você precisa

Descubra quais ferramentas você precisa para fazer o DevOps. E mesmo que não exista um conjunto específico, você provavelmente irá desejar o seguinte:

  • Um servidor de integração contínua,
  • Uma estrutura de teste automatizada,
  • Ferramentas de monitoramento de software para ajudar a identificar problemas de disponibilidade e desempenho,
  • Ferramentas de comunicação.

Outras recomendações são as ferramentas de gerenciamento de configuração e de orquestração de aplicativos.

Identifique sua infraestrutura

Além disso, é necessário determinar o tipo de infraestrutura para usar essas ferramentas.

É interessante que você considere estas opções (que podem se sobrepor em certos pontos):

  • Infraestrutura IaaS baseada em nuvem, que permite maior escalabilidade e portabilidade do que a infraestrutura local,
  • Containers Docker, que são úteis em uma operação de entrega contínua porque tornam mais fácil construir software uma vez e executá-lo em qualquer lugar (ou onde suporte Docker),
  • Funções sem servidor – outro bloco de construção de infraestrutura útil para implantar aplicativos em escala de maneira econômica.

Entretanto, você já pode estar usando esses componentes de infraestrutura. Você pode integrar melhor esses recursos para aproveitá-los da melhor forma para DevOps em um pipeline de entrega contínua ao qual todos os membros de sua equipe de TI têm acesso.

Reorganize (ou expanda) sua equipe

Igualmente, uma forma de aplicar DevOps na prática é adicionando um engenheiro de DevOps na equipe, ou seja, uma pessoa que foi treinada especificamente em práticas dessa abordagem.

Não é preciso contratar uma série de novos engenheiros ou reescrever seus cargos: você pode reorganizar sua equipe de TI atual.

Se ela está atualmente dividida em grupos diferentes, com desenvolvedores isolados da equipe de operações de TI, a ideia é quebrar essas barreiras. Isso irá fazer com que se construa canais de comunicação eficazes entre as distintas equipes, inclusive usando os tipos de ferramentas de comunicação.

Logo, incluir outros membros da organização de TI, como engenheiros de qualidade de software e especialistas em segurança, nos canais de comunicação que você criar, irá reforçar as práticas recomendadas de DevOps, além de permitir o máximo de visibilidade nas operações de TI.

Implemente processos para agir conforme o feedback

Por último, a comunicação contínua entre as equipes de TI não é suficiente por si só para permitir o nível de melhoria que o DevOps prioriza. 

Nesse caso, é essencial que se tenha cuidado para implementar processos específicos que garantam que suas equipes ajam de acordo com as informações compartilhadas entre si.

Portanto, isso pode acontecer em reuniões semanais ou mensais para discussão de problemas que observaram e desenvolver planos para correção dos mesmos. É fundamental que a equipe também trabalhe diariamente para levar em consideração o feedback e fazer melhorias contínuas.

Enfim, falar sobre DevOps é simples quando de maneira abstrata, mas na prática é bem mais complicado. No entanto, tenha em mente que com as ferramentas, infraestrutura, pessoas e processos corretos, essa implementação é bastante viável.

Leia mais textos relevantes no blog e se tiver dúvidas não deixe de comentar.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Artigos Relacionados

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *