As 5 melhores certificações de virtualização

PMG Academy

PMG Academy

em 15 de abril de 2020
As 5 Melhores Certificações de Virtualização

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

As 5 melhores certificações de virtualização. Entenda o que cada uma oferece

No acirrado mercado de trabalho de TI, a virtualização é um conjunto de práticas tecnológicas vitais. Isso, devido a fama que cresce da virtualização e da computação em nuvem. Assim, os profissionais de TI podem começar nesta área com as 5 melhores certificações de virtualização para 2020.

As chances de trabalho de TI tocantes à virtualização seguem em alta no mercado de trabalho. Dessa forma, ao analisar os empregos em TI, os salários mais altos e as principais buscas por certificação de TI, nos últimos anos, vimos pelo menos uma entrada de virtualização em cada categoria.

A princípio, isso monstra que a virtualização é um bom conjunto de boas práticas e noções para qualquer profissional de TI. Ou seja, se aplica de maneira geral a profissionais de TI que trabalham com sistemas, redes ou infraestrutura e/ou arquitetura de TI. Então, vamos lá! Veja abaixo, o que oferece as 5 certificações de virtualização.

1- CCNA

Refeito há pouco tempo, o programa CCNA, da CISCO, prepara os profissionais para funções de trabalho de nível ligado a TI. Essa certificação inclui segurança, automação e programação. O programa inclui uma ampla gama de causas para carreiras de TI e oferece um curso para ajudar você a se preparar.

Abaixo, o tema em questão:

  • Fundamentos de rede;
  • Acesso à rede;
  • Conectividade IP;
  • Serviços IP;
  • Fundamentos de segurança;
  • Automação e programação.

Não há pré-requisitos formais para a certificação CCNA, mas você deve entender os tópicos do exame antes de fazê-lo.

Os candidatos à CCNA também costumam ter:

  • Um ou mais anos de experiência na implementação e administração de soluções Cisco;
  • Conhecimento de endereçamento IP básico;
  • Uma boa ciência dos fundamentos da rede.

2- CCNP Data Center

Esta é uma certificação de nível profissional voltada para profissionais de data center envolvidos em várias funções de engenharia de nível sênior. Por exemplo: de rede, suporte, design, data center e similares. Além disso, funções de administrador.

Para obter o CCNP Data Center, você deve passar por dois exames. Um geral, com as principais tecnologias existentes em data center e um outro exame de concentração, de acordo com a sua escolha.

Assim sendo, é possível editar a certificação para a área de foco técnico do seu interesse. Há também, uma certificação especialista individual, para que você receba um prêmio pelas suas ações ao longo do percurso.

Em suma, uma etapa lógica do CCNP Data Center é o CCIE Data Center, a credencial de ponta na família de certificação do Cisco Data Center. O CCIE Data Center tem como alvo profissionais experientes em data center.

Líderes em seu campo, os candidatos ao CCIE Data Center em geral têm pelo menos oito anos de experiência. Ou seja, eles podem recomendar, projetar e implementar soluções complexas de data center em nível empresarial.

  • Exame principal: concentra-se no saber sobre a estrutura do data center. Este exame também é válido para a aptidão na certificação CCIE Data Center. Portanto, sua a aprovação aqui, ajuda você a conseguir as duas certificações.
  • Exames de concentração: concentram-se em tópicos relevantes e atuais do setor. Você pode se preparar para eles através dos cursos oferecidos pela CISCO.

Não há pré-requisitos formais para o CCNP Data Center, mas você deve ter um bom entendimento dos tópicos do exame antes de fazê-lo.

No geral, os candidatos a esta certificação têm de três a cinco anos de experiência na inserção de soluções de data center.

Focada nos profissionais de TI que trabalham com as soluções XenApp e XenDesktop Service, a Citrix mantém um programa de certificação definido para ajudar no preparo para o trabalho como profissional da Citrix.

Desse modo, a Citrix oferece credenciais nos níveis de associado, profissional e especialista em duas faixas de solução (espaço de trabalho digital e rede). Então, dê preferência para as 5 certificações de virtualização para se enquadrar na faixa da área de trabalho.

O CCP-V é a credencial de virtualização Citrix de nível profissional. Voltada para engenheiros, consultores, administradores de sistema e criadores de soluções. Isto é, os candidatos ao CCP-V configuram, gerem e suportam soluções avançadas usando serviços de inserção no XenDesktop e XenApp.

Assim, o CCP-V usa a credencial CCA-V no nível de associado como pré-requisito e os candidatos devem passar no exame Citrix XenApp e XenDesktop 7.15 Advanced Administration para obter a credencial.

No topo da escada de certificação do Citrix Virtualization está a credencial Citrix Certified Expert – Virtualization (CCE – V). O CCE-V tem como alvo engenheiros, arquitetos e consultores encarregados de projetar soluções usando produtos Citrix.

Dessa forma, os profissionais do CCE-V possuem práticas avançadas e podem avaliar ambientes, fazer dicas e projetar soluções avançadas.

O CCE-V usa a credencial de nível profissional CCP-V como pré-requisito, e os candidatos devem passar no exame de avaliação, design e configurações avançadas do Citrix XenApp e XenDesktop 7.15 para obter a credencial.

Já os candidatos com as certificações Citrix atuais recebem um novo certificado. Pois, fazem o curso ministrado por um instrutor designado (não é necessário exame), ou sendo aprovados no exame atual.

Vale a pena lembrar, isso tudo logo após o prazo final de uma certificação. Uma vez que, os candidatos devem obter as certificações de pré-requisito e passar no exame associado mais um vez.

4- Microsoft Certified: Azure Administrator Associate

A Microsoft lançou grandes mudanças em seu programa de certificação no início de 2019, ao enfatizar as habilidades e práticas sobre a tecnologia.

Muitas credenciais do MCSA e MCSE foram aposentadas ou estão agendadas para se tornarem inativas o mais breve. E novas credenciais (principalmente para Microsoft Azure e Microsoft 365) foram inseridas.

Por fim, o site de certificação categoriza as certificações em quatro funções principais – desenvolvedor, administrador, arquiteto de soluções e consultor funcional – com a aptidão de detalhar várias sub-funções específicas.

Porém, como as certificações da Microsoft sempre terão um forte elemento de tecnologia, a empresa também oferece uma visão alternativa dos certificados espalhados pelas categorias Aplicativos e Infraestrutura, Dados e AI, Local de Trabalho Moderno e Aplicativos de Negócios.

No que diz respeito à virtualização, a Microsoft oferece várias credenciais Microsoft Certified: Azure para administradores, engenheiros, arquitetos, profissionais de segurança, cientistas de dados e desenvolvedores.

Essa certificação tem como alvo profissionais de TI que implementam, monitoram e mantêm ambientes do Microsoft Azure.

Desse modo, os candidatos precisam ter conhecimento prático de máquinas e redes virtuais, gestão de identidades, assinaturas do Azure e alocação de recursos e soluções de armazenamento. Para ganhar a credencial, os candidatos devem passar em um único exame.

Como uma empresa com máquinas virtuais, hypervisors e tecnologias relacionadas que dominam o mercado de virtualização, não deve se surpreender que a VMware também tenha um programa de certificação robusto e de várias camadas.

A VMware oferece várias credenciais de nome forte e de alta procura. Assim, você encontrará os níveis Associado, Profissional, Avançado (faixas de implantação e design) e Design Expert. Além de vários emblemas.

Então, o programa de certificação VMware inclui seis faixas de solução. São eles: virtualização de data center, virtualização de rede, gestão e automação de nuvem, área de trabalho e mobilidade, transformação digital de negócios e espaço de trabalho digital.

Nota: as certificações VMware são voltadas para o produto VMware vSphere, cuja versão mais recente até abril de 2020 é a versão 6.7.

As credenciais da VMware formam uma escada de certificação. Ou seja, conforme o nível sênior exige que os candidatos obtenham uma credencial de nível inferior como pré-requisito.

Só para ilustrar, o VMware Certified Advanced Professional (VCAP) exige a certificação VMware Certified Professional (VCP) e a certificação VMware Certified Design Expert (VCDX) exige uma certificação VCP e VCIX.

Leia também:  Carreiras e Certificações de Segurança da Informação.

O VMware Certified Professional – Virtualização de Data Center (VCP-DCV) é uma certificação popular no portfólio VMware há anos. E a credencial do VCP-DCV 2020 é a versão mais recente, que reconhece os profissionais de TI com habilidades para implementar, gerir e resolver problemas de uma infraestrutura do vSphere V6.7.

Como as versões mais antigas do vSphere ainda estão em execução e são suportadas, a credencial VCP6.5-DCV está ao dispor para quem trabalha com o vSphere v6.5. Ela possui requisitos similares ao VCP-DCV 2020. Já o VCP6-DCV, que se concentra no vSphere 6, aposentou-se em 30 de agosto de 2019.

Fontes: TomitproCISCO.

Dúvidas

Enfim, você gostou do nosso artigo sobre as 5 melhores certificações de virtualização?

Pois, nós queremos saber o que você pensa sobre o tema. E se acaso ficou alguma questão, não deixe de opinar.

E logo após, nós, da PMG Academy, vamos te responder o mais breve. Até mais!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Uma resposta

  1. Achei interessante a sacada da VMware de não exigir treinamento oficial para a certificação Associate (VCA-DCV e outras), facilitando o acesso a este tipo de certificação para profissionais de infraestrutura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *