Top 3 riscos de segurança da informação na atualidade

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 12 de fevereiro de 2015

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Os anos se passam e os riscos permanecem os mesmos. Eu escrevi este post em 2015 e até hoje não posso retirar nenhum item. Então, vamos aos Top 3 riscos de segurança do milênio! rs

Partindo do roubo e frades de identidades, invasões a sistemas corporativos, os riscos em segurança da informação nunca foram tão importante para as empresas, organizações e governos.

Especialistas alertam que há muito mais riscos de segurança à frente nesse ano de 2016. Enquanto os cibercrimes “tradicionais”, como a fraude a senhas ainda serão difundidos, os ataques de espionagem de grande escala e invasões a Internet das Coisas (IoT) também serão preocupantes.

A Internet das Coisas (Iot)

A Internet das Coisas – é a conexão de dispositivos físicos, como eletrodomésticos e carros com a internet – nesses próximos anos será “rede das Vulnerabilidades”, de acordo com os especialistas.

Jamison Nesbitt, fundador do “Cyber Senate”, uma comunidade de líderes empresariais globais de segurança cibernética, ecoou as crenças dos especialistas que disseram que a Internet das coisas é “o principal risco de segurança cibernética para 2016.” “A Internet das coisas apresenta desafios de segurança exclusivos em termos do número de dispositivos conectados e funcionando ao mesmo tempo.”

“A Internet das coisas será integrado em todos os mercados que você pode pensar -.. A partir de cuidados de saúde, indústria de energia e transporte, mas ele não foi projetado tendo em mente os milhões de hackers por aí que poderiam comprometer estes sistemas interligados. Nós sacrificamos a segurança para a eficiência “

Cyber-espionagem

A Espionagem cibernética está se tornando uma arma poderosa para muitos governos internacionais.

Como Nesbitt disse, “a próxima guerra mundial será travada em um teclado”, e devemos esperar ataques de espionagem cibernética aumentando em 2016, o relatório “Previsões de ameaça” da McAfee também alertou.

As senhas inseguras

Senhas fáceis e ingênuas continuam a ser um grande risco em 2016, disseram os analistas. “Deficiências nas senhas já são bem conhecidos, mas ainda assim colaboram com muitos dos ataques de a perfis de usuários, como o recente ataque a iCloud “, disse o Sian John da Symantec.

“Os mecanismos de recuperação de senha são falhos,” John acrescentou. “. O método tradicional de recuperação de senha é fazer perguntas que só você, o verdadeiro proprietário, deve saber.

Infelizmente, as respostas a estas perguntas, muitas vezes podem ser deduzidos com base em informações que podem ser facilmente encontradas na internet – especialmente dada a propensão das pessoas que compartilham dados de suas vidas nas redes sociais.


Veja nosso curso online sobre Segurança da Informação


Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Você voltou! 😊 Expirado!
00 Days
00 Hrs
00 Mins
00 Secs
Aproveite agora o desconto de 10%! Essa é a sua última chance! Resgatar Agora!

×

Olá Visitante! 😊 Você têm: Expirado!
00 Days
00 Hrs
00 Mins
00 Secs
para aproveitar o desconto de 15% (apenas nos cursos) Resgatar Agora!

@

Não ativo recentemente
X
X
X