0 - R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

O que é ethical hacker e quais são os tipos?

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 16 de março de 2021
O que é Ethical Hacker

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O que é ethical hacker e quais são os tipos? Além disso, saiba as vantagens e o valor que ele tem para as empresas

Você já ouviu falar sobre a profissão de ethical hacker? De modo equivocado, no imaginário popular, associa-se, normalmente, a profissão de hacker com algo ofensivo. No entanto, isto não é bem assim.

Isto porque um ethical hacker é conhecido por ser o “hacker do bem”, aquele que o protege em vez de atacar você. Este profissional, então, precisa ter conhecimentos específicos, e pode atuar de várias formas. Veja aqui como funciona!

Homem ethical hacker usando computador para defender as empresas de ataques
Defender as empresas contra ataques é a principal função do ethical hacker

O que é um ethical hacker?

Em primeiro lugar, então, o que é esse tal de ethical hacker? Aliás, em português, é normal também ouvirmos a expressão traduzida, de hacker ético, embora em inglês também seja bastante comum. Outra nomenclatura do ethical hacker é também “pentester”.

Com o passar do tempo, o hacker do bem foi crescendo em importância, sobretudo pela atuação dos crackers – aqueles que estão do lado oposto, mal intencionados.

Desta forma, o principal resumo do que é ser um ethical hacker é defender o sistema contra os ataques de um cracker. Ou seja, evitar ataques maliciosos, sobretudo prevenindo que ocorra, ao identificar erros que poderiam ser aproveitados como brechas.

Dito isso, o hacker ético tem um campo de atuação bem grande. Isto porque ele é requisitado em todos os setores na defesa da segurança da informação. Em resumo, ele pode atuar em áreas como as seguintes:

  • Teste de invasão;
  • Perícia forense;
  • Políticas e processos;
  • Gestão de riscos;
  • Desenvolvimento de softwares;
  • Engenharia;
  • Pesquisas de ameaças e vulnerabilidades.

Dessa maneira, não basta só descobrir quais são as vulnerabilidades. Portanto, desenvolvem-se também métodos de proteção.

Isto posto, o que ethical hacker faz é, então, é ser remunerado para tentar invadir sistemas. Só que, em vez de invadir e roubar informações ou realizar outras ações de má fé, ele tenta descobrir onde o sistema pode melhorar.

Assim, a profissão exige habilidades específicas. Com relação a elas, temos um post exatamente sobre isso. Por este motivo, depois de finalizar a leitura desta publicação, clique aqui e veja os 5 passos para se tornar um hacker ético.

Neste post, por exemplo, falamos mais sobre aspectos do salário do hacker ético, que pode variar bastante. Agora, porém, vamos continuar a explicação sobre a atuação, com os benefícios do ethical hacking.

Benefícios dos hackers éticos

Ethical hacker homem usando notebook para bloquear ataques maliciosos
O hacker ético atua como se roubasse dados relevantes, mas não faz isso

Bom, com base no que eu disse acima, você já deve estar imaginando alguns benefícios do ethical hacker. O mais importante deles é a prevenção do roubo de informações e do seu uso malicioso.

Isto porque, na prática, o ethical hacking está relacionado a um processo que chamamos de offensive security – isto é, segurança ofensiva. Esta é a parte da cibersegurança que se dedica mais a descobrir ameaças potenciais e vulnerabilidades.

Assim, existem muitas vantagens destes profissionais:

  • Descobrem vulnerabilidades sob o ponto de vista de um attacker;
  • Implementam redes de segurança que evitam brechas;
  • No caso de Estados e governos, podem defender informações vitais à segurança nacional;
  • Trazem confiabilidade à empresa, que garante que os dados de seus clientes estão a salvo;
  • Trazem avaliações do mundo real (além da teoria).

Isto realça um ponto importante: de que o hacker ético atua exatamente como se fosse roubar as informações, mas não o faz. Esta é a melhor forma de se colocar na posição de alguém malicioso, garantindo a cobertura da maioria das brechas.

Assim, este profissional precisa estar constantemente atualizado, uma vez que worms, malwares, vírus e ramsonwares surgem todos os dias. Este é, então, um trabalho constante, que se renova sempre.

Quais são os diferentes tipos?

Não é nenhum segredo que qualquer sistema, aparelho, site, etc, pode ser hackeado, concorda? Por isso, e pensando como hackers maliciosos, é necessário saber quais ferramentas e técnicas estão à disposição.

Como resultado deste processo, temos os diferentes tipos de ethical hacking:

  • Sistemas;
  • Redes de wireless;
  • Aplicações na web;
  • Servidores na web;
  • Engenharia social.

Entre eles, cada um busca por falhas e brechas em processos e sistemas distintos. Dessa maneira, há uma ampla possibilidade de atuação, e você pode se especializar em um ou em mais deles, como preferir.

Leia também: Glossário hacker: 20 termos para entender melhor o mundo do cibercrime.

Para finalizar, para ser um bom ethical hacker, você precisa dos cursos e certificados adequados. Aqui, na PMG Academy, por exemplo, nós temos muitos outros sobre segurança da informação.

Por isso, não deixe de conferir nosso site e outros conteúdos sobre o tema!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *