0 - R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

O que é a Inteligência Artificial (IA)?

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 6 de abril de 2021
Inteligência Artificial IA

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O que é a Inteligência Artificial (IA)? E saiba quais os efeitos para humanos e máquinas

Você já deve ter ouvido falar da Inteligência Artificial (IA). Afinal, estamos falando de um dos principais elementos da Transformação Digital, assim como o Cloud Computing e a Internet das Coisas.

Por outro lado, é importante dizer que ela não se resume somente a chatbots e jogos eletrônicos. Ou seja, a IA é uma área ampla!

A partir de agora, você verá algumas explicações importantes que definem o que é IA!

Mas afinal, o que é a Inteligência Artificial?

Homem e mulher construindo um robô a partir da inteligência artificial
A IA é uma área da tecnologia, a qual faz com que máquinas realizam tarefas, como aprender e raciocinar

Podemos definir IA como “o ramo da ciência da computação que trata da simulação de conduta inteligente por meio de computadores”.

Mas essa definição passa bem longe de explicar o que de fato é a IA. Por isso, podemos usar a visão da ciência da computação: tecnologias de IA são “agentes inteligentes”, que percebem o seu ambiente e realizam ações para alcançar um objetivo.

Pois, há vários objetivos, que são divididos em duas classes: IA Fraca, conhecida também como IA Estreita, e IA Forte, chamada também de IA Geral. Você vai entender o que cada uma delas significa.

– Estreita/Fraca

A IA Estreita, como o próprio nome já diz, está ligada à construção de máquinas ou softwares de certa forma inteligentes, mas que não são conscientes – ou seja, não são capazes de raciocinar por si próprias.

Embora seja intitulada como algo “limitado”, ela é a IA que usamos atualmente, pois as máquinas ainda não são conscientes. Alguns exemplos de tarefas de IA estreita incluem:

  • Aeronaves que estacionam em terminais usando o mínimo de combustível, tarefa essa chamada de otimização;
  • Filtragem de spam em e-mails;
  • Reconhecimento de imagem, como em diagnósticos médicos e reconhecimento de identidade;
  • Planejamento de rotas no campo da logística;
  • Processamento de Linguagem Natural (PLN), encontrado em chatbots, assistentes domésticos e casas inteligentes.

– Geral/Forte

No lado oposto da IA Estreita, temos a IA Forte. Esse é um campo da IA que tem como objetivo criar a IA ao ponto em que a capacidade intelectual da máquina seja funcionalmente igual a de um humano.

Essa visão gera um certo debate, já que para alguns, a IA Forte representaria a existência de máquinas conscientes.

Contudo, a IA Forte busca completar uma gama de habilidades humanas. A previsão é de que até o ano de 2050, a IA vai alcançar esse tipo de capacidade.

Como a Inteligência Artificial aprende?

Para que a IA evoluísse e aprendesse com a experiência, foi necessário um facilitador fundamental: o Machine Learning.

O Machine Learning é a forma científica de analisar dados, usando a Ciência e a Mineração de Dados. Isso permite a descoberta de padrões em grandes conjuntos de dados.

Atualmente, muitas profissões usufruem do Machine Learning, como engenheiros, cientistas, analistas de marketing e médicos.

Exemplos da aplicação do Machine Learning no cotidiano podem ser encontrados em:

  • Controles de voz;
  • Entregas por drones;
  • Eletrodomésticos e veículos autônomos.

A partir do Machine Learning, outro componente transformou a IA: o deep learning.

O deep learning é uma classe de algoritmos que utiliza uma cascata de diversas camadas para extração e mudança de aspectos.

Desse modo, a IA se aproximou do conceito de agente inteligente, realizando uma simulação cognitiva com a finalidade de serem modelos baseados no cérebro humano.

As consequências da IA para humanos e máquinas

Mulher usando óculos de realidade virtual aplicada pela inteligência artificial
A IA está cada vez mais presente na vida das pessoas, a fim de oferecer uma experiência única a todos

Agora que você sabe como a IA funciona e impacta o nosso dia-a-dia, vale a pena destacar como ela mudará o futuro para humanos e máquinas. Para isso, podemos usar como base o livro “Humano + Máquina”, de Paul Daugherty e James Wilson.

Para ambos os autores, humanos e máquinas se ajudarão um ao outro, em busca de um futuro que preza pela experimentação.

Segundo a publicação, os humanos vão:

  • Treinar as máquinas, já que elas precisam de dados e especialistas para treiná-las;
  • Explicar as máquinas, pois alguém precisa ser claro em relação a como essas máquinas aprendem;
  • Apoiar as máquinas, vendo se elas estão agindo de forma adequada e se estão sendo bem utilizadas.

Enquanto isso, as máquinas vão:

  • Amplificar os humanos, com ferramentas que aprimoram as nossas habilidades;
  • Interagir com seres humanos, enquanto nos deixa com tarefas de maior valor;
  • Incorporar robôs e humanos em harmonia, aprimorando as habilidades de ambos.

A IA é uma realidade e você precisa estar preparado!

Por fim, vale a pena deixar uma mensagem clara: a IA não é apenas um componente do futuro, mas uma realidade, viva no nosso cotidiano. Então, se preparar para isso é inevitável.

Além disso, ela certamente oferece chances para quem trabalha com tecnologia; afinal, a procura por especialistas na área é grande. Se você se interessa pelo assunto e quer trabalhar com IA, saiba que valerá muito a pena.

E você, o que pensa sobre a chegada da Inteligência Artificial em nossas vidas? Deixe nos comentários!

Mas se acaso, você tiver alguma questão, deixe aqui o seu ponto de vista.

Logo após, nós, da PMG Academy, iremos responder o mais breve. Até mais!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *