ISO 20000: O Que é o Gerenciamento Orientado à Processo?

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 31 de março de 2015

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Com base na Norma ISO/IEC 20000, segundo o Champy Hammer, responsável por reengenharia de empresas, declara que “um processo de negócio é um conjunto de atividades, que requer uma ou várias entradas e que cria valor para o cliente”.

Segundo o OGC ou Office Government Commerce descrito nos livros da ITIL® v3 é “um conjunto estruturado de atividades destinadas a cumprir um objetivo específico. (…)”.

E finalmente, segundo notação que representa uma definição de acordo com a ISO/IEC 9000: “Um processo de negócio é uma coleção de recursos inter-relacionados e atividades, que transformam entradas em saídas”. Recursos poderiam ser pessoal, instalações, maquinário, tecnologia e metodologia.

O Gerenciamento orientado a processo

O gerenciamento orientado a processo vai exigir mudanças culturais, já que o seu controle implicará em uma alteração no comportamento do indivíduo, como por exemplo, um funcionário que sempre atuou em seu departamento, reportando suas atribuições, resultados e problemas ao seu gerente, que agora, se tratando de um formato orientado à processo, o seu antigo chefe continuará tendo o seu papel de gestão e liderança, porém deixa de ser o responsável pelo resultado de um processo em vigor, pois imaginemos neste caso que seja escolhido outra pessoa como o dono do processo de negócio.

Isso não significa que este funcionário terá outros novos chefes, gerentes, coordenadores e pessoas de níveis hierárquicos menores que o dele, mas sim que o seu atual chefe não será, neste exemplo, responsável pelo processo como um todo.

Outro impacto significativo nesta mudança de gerenciamento se dá no emprego de novas ferramentas e tecnologia para suportar o controle do processo através de indicadores, métricas, acordos de níveis de serviços, etc., e aplicações como um workflow ou fluxo de trabalho e aprovação, entre outros.

Se a informação permear diversas áreas por diversos departamentos, domínios e pessoas de níveis e conhecimentos distintos serão necessários também a utilização de mecanismos de compartilhamento, transferência e armazenamento dos dados, informações e conhecimentos adquiridos ao longo das atividades do processo.

Se ganha muito com o gerenciamento voltado a processo, principalmente porque se tem uma visibilidade e previsibilidade dos resultados das atividades no processo, porém, este novo conceito é assunto à ser tratado com cautela a fim de se quebrar antigos paradigmas na forma de se gerenciar, principalmente em processos e não simplesmente em certas áreas ou setores dentro da estrutura hierárquica de uma empresa.

Eu adoraria saber a sua opinião sobre o conteúdo através de um comentário logo aqui abaixo.

E caso ele tenha sido útil para você, aproveite para compartilhá-lo com um amigo ou sua equipe de TI.

Até o próximo artigo!


Veja agora:

Curso Online Preparatório para a Certificação ISO 20000

Simulados para Certificações

Lista de Frameworks para Governança e Gestão de TI

E muito mais conteúdo na Biblioteca Digital


Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Manifesto ágil
Artigos
Henrique Mata

O Manifesto Ágil!

O Manifesto Ágil! Lembra que falamos sobre o movimento da agilidade no post anterior? Então,

Leia Mais »

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá Visitante! 😊 Você têm: Expirado!
00 Days
00 Hrs
00 Mins
00 Secs
para aproveitar o desconto de 15% (apenas nos cursos) Resgatar Agora!

@

Não ativo recentemente
X
X
X