Gestor de TI, eu?!

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 24 de fevereiro de 2022

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Atualmente, bem sabemos o quanto a tecnologia está presente em nossa rotina – até mesmo nas tarefas mais simples, não é? E isso não é diferente dentro das organizações.

Por isso, a área da Tecnologia da Informação cresceu e vem se fortalecendo como uma das mais importantes dentro de qualquer empresa, pois os profissionais podem observar mudanças com maior rapidez, acompanhar as ofertas e demandas e garantir que nunca se perca a qualidade do produto/serviço a ser oferecido.

E dentro desse setor existe uma figura importante, que é o chamado Gestor de TI.

Entenda o que faz e o que é preciso para se tornar um Gestor de TI.

O que é um Gestor de TI?

Um Gestor de TI, também chamado de Gerente de TI (ou ainda como Gerente de Projetos), é aquele profissional que se responsabiliza pelo gerenciamento de projetos e operações de serviços de Tecnologia da Informação.

Ou seja, ele é responsável pelo desempenho geral das redes eletrônicas de uma empresa, além de liderar o departamento de TI no cumprimento dos requisitos de sistemas de informação da organização.

Desse modo, o Gestor de TI gerencia as atividades da área de Informática, envolvendo a elaboração de projetos de implantação, racionalização e redesenho de processos, incluindo desenvolvimento e integração de sistemas, usando alta tecnologia e identificando oportunidades de aplicação dessa mesma tecnologia.

Confira o texto sobre a relação da Gestão de TI com o coronavírus e como as empresas precisaram se adaptar a essa nova realidade.

Funções do Gestor de TI

Claro, os gestores de TI possuem diversas responsabilidades, então veja a lista de suas principais funções para entender melhor esse cargo tão essencial:

  • Gerenciar um projetos em todos os seus estágios;
  • Planejar e gerenciar toda a área de TI, o que envolve a infraestrutura e sistemas;
  • Atuar na governança de TI e engenharia de processos;
  • Coordenar os trabalhos das equipes, cuidar da avaliação e identificação de soluções tecnológicas, planejamento de projetos e entendimento das necessidades do negócio e dos clientes;
  • Elaborar estratégias e procedimentos de contingências, que visam a segurança a níveis de dados, acessos, auditorias e a continuidade dos serviços dos Sistemas de Informação;
  • Negociar com consultorias para contratação de desenvolvimento de projetos ou alocação de recursos para desenvolvimento de atividades de análise e programação;
  • Atribuir aos membros da equipe as funções de cada um, além de repassar os prazos e orçamentos;
  • Realizar o controle de qualidade para ser capaz de proporcionar um nível de qualidade aceitável;
  • Cobrar de cada membro da equipe para que a função atribuída esteja sendo realizada com sucesso;
  • Verificar cada etapa do projeto para poder passar para a fase seguinte;
  • Verificar a finalização do projeto e realizar um levantamento de erros e acertos, sendo responsável pelo sucesso final de cada projeto.

Em resumo, as principais responsabilidades de um Gestor de TI são a supervisão e manutenção de todos os sistemas informáticos de uma empresa. 

Os gestores garantirão que tais serviços funcionem sem problemas, monitorando sua eficiência, assim como as medidas de segurança tomadas para quaisquer vulnerabilidades em programas de software utilizados no dia a dia, prezando pela operação segura em todos os departamentos.

Entenda as diferenças entre Governança, Gestão e Gerenciamento de TI.

Com quem um Gestor de TI trabalha?

Um Gestor de TI é um profissional que se relaciona com toda a área de TI, por isso está em estreita colaboração com todos os sistemas dentro da organização e remotamente.

Dessa forma, ele treina administradores de sistemas e bancos de dados. Outros colegas de seu cotidiano incluem engenheiros, operadores, gerentes de produtos, profissionais de segurança, entre outros na empresa.

Formação desejada para um Gestor de TI

Um Gestor de TI geralmente precisa de um diploma de bacharel em Ciências da Computação ou da Informação. Além disso, cursos de programação de computadores, desenvolvimento de software e matemática são bem-vindos.

Algumas organizações procuram exigir que esse cargo tenha também um diploma de pós-graduação, como um MBA.

Um profissional para essa função passa de cinco a dez anos em uma ocupação de TI antes de ser promovido a Gestor, porém empresas menores não exigem tanta experiência (comparando com empresas maiores, é claro).

Obviamente, é muito improvável que se consiga ser contratado como Gestor de TI sem nenhuma experiência na área. Porém, as empresas podem estar dispostas a contratar um profissional com o treinamento educacional adequado, só que treinamento no campo é crucial, por isso as certificações técnicas também são fundamentais para qualificar a bagagem, principalmente os certificados conquistados por meio de escolas sérias e que treinam o aluno com exemplos práticos e não apenas se baseiam em conceitos rasos.

Aliás, tenha em mente que um bom Gestor de TI deve ter algumas habilidades claras para desempenhar bem seu papel, como: técnicas de informática, saber negociar e se comunicar, gerenciar conflitos e projetos, falar em público, além de habilidades organizacionais, orçamentárias e até empatia.

Hoje em dia, o curso de Gestão de TI supre a alta demanda do mercado, que tende a crescer ainda mais. E é preciso estar sempre atualizando as hards e softs skills.

Educação continuada: o grande diferencial

Logo, ser um Gestor de TI exige educação continuada, dedicação e experiência. Entender quais etapas se deve tomar para se preparar para o cargo garantirá que você esteja pronto para assumir a função quando tiver as aptidões e experiências apropriadas.

Por isso, você que é um profissional de TI e entende na pele a necessidade de se manter atualizado, confira os planos de assinatura para pessoa física na PMG Prime! Lá você tem acesso a mais de 6.000 aulas e exercícios de Gestão de TI! E tem aulas novas toda semana! Com o Programa Microlearning Prime, que é único no Brasil, a cada minicurso que você conclui, conquista uma capacitação (com certificado) diferente. 

E se você já é gestor de TI e está sofrendo com seus processos internos, não sabe como ter uma TI Ágil, tem problemas com brigas internas do seu time, entre outros problemas de gestão, está na hora de entender a importância da educação continuada para a produtividade do seu time e impacto positivo nos seus projetos e negócios. Então, confira as oportunidades que os planos de assinatura da versão Prime da PMG podem oferecer para sua empresa:  https://pmgprime.com/para-empresas.

Confira também os outros textos no blog e deixe seu comentário sobre o assunto de Gestão de TI caso tenha dúvidas sobre a profissão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Artigos
Adriano Martins Antonio

Segurança em Rede e Comunicações

A Segurança de Rede e Comunicações é uma área importante da Segurança da Informação, afinal uma grande parte dos ataques relacionados à TI são realizados

Leia Mais »

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

Todos os cursos da PMG Prime, de R$ 4.400,00 por apenas R$69,90 / mês (Plano de Assinatura)  Assinar Agora