A prática DevOps e 5 principais erros nela cometidos

Adriano Martins Antonio

Adriano Martins Antonio

em 6 de maio de 2021
A prática DevOps

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Conheça os 5 principais erros cometidos na prática DevOps e veja como evitá-los!

Você provavelmente já ouviu falar em DevOps, uma prática cada vez mais popular entre as empresas. De fato, sua popularidade é consequência da eficácia dessa prática. Ou seja, que permite a gestão de ambientes híbridos, alinhando equipes de desenvolvimento e de operações.

Aqui em nosso blog, já falamos um pouco sobre isso. Veja mais nesse link (clique aqui).

E como toda metodologia que faz sucesso no universo do gerenciamento de TI, é normal que aconteçam equívocos. Pois, é importante saber quais são os erros mais comuns! Dessa forma, será possível evitá-los e otimizar qualquer implantação.

Assim sendo, separamos a seguir uma lista deles para você ficar atento. Então, fique ligado!

1. DevOps não é uma nova profissão

DevOps tem aparecido com frequência como título de vagas em sites de empregos e redes sociais corporativas. Vemos a metodologia, em muitos casos, sendo tratada como uma espécie de soldado universal, capaz de codificar, criar testes, implantar ambientes e comandar a infraestrutura.

Ou seja, nesse cenário, o especialista de DevOps deve ser capaz de realizar com eficácia o trabalho do desenvolvedor de software e do engenheiro de suporte, tudo por um único salário.

Afinal, você precisa saber que não existe um “guru DevOps”, similar a um coach Agile ou Scrum Master, necessário para a implementação do DevOps em uma empresa. E isso nos leva ao próximo item da lista.

2. Contratar profissionais especializados não é garantia de resultados

Homens e mulheres executivos trabalhando com DevOps
Em um momento crítico na empresa, a experiência faz toda a diferença, mas não garante o sucesso

Muitas das empresas continuam apostando nos métodos tradicionais obsoletos. Para atingir os benefícios que o DevOps promete, são necessárias mudanças reais na cultura organizacional e na maneira como os colaboradores trabalham.

DevOps é uma mudança profunda nos fundamentos do departamento de TI. E vale a pena lembrar, que ela não pode ser feita contratando vários engenheiros de DevOps ou convidando “gurus DevOps”.

3. O DevOps não é uma parte da Metodologia Ágil ou Lean

Alguns fãs de abordagens modernas no desenvolvimento de softwares dizem por aí que DevOps nada mais é do que a continuação de ideias Agile.

Isso acontece porque o desenvolvimento ágil torna possível estabelecer relações com os clientes em termos de alinhar seus pedidos com o produto. Além de, claro, lançar o software o mais rápido possível.

O DevOps, de fato, surgiu a partir do desenvolvimento ágil. Porém, estende suas ideias para a produção ágil de TI em geral — envolvendo toda a organização, todo o processo, toda a cadeia de valor.

Além disso, requer mudanças culturais mais significativas na empresa do que normalmente requerem os Métodos Ágeis.

4. O objetivo do DevOps não é apenas acelerar a entrega

E por isso, a capacidade de implementar um pipeline de entrega de software não é garantia de sucesso.

Outro dos principais objetivos da prática DevOps, por exemplo, é eliminar a fragilidade da infraestrutura através da construção de sistemas antifrágeis. E você sabe onde? Nos pontos de instabilidade utilizados a favor do produto.

Dessa forma, os impactos negativos de uma falha são minimizados e transformados em evoluções.

5. Devops não é só uma ferramenta de automação

E embora as soluções de software individuais se fazem amplamente adotadas, não existe e nem deve existir uma lista universal de softwares DevOps obrigatórios.

O DevOps realmente depende da disponibilidade e eficácia de certas ferramentas de automação. Mas, o conjunto mínimo dessas ferramentas pode-se reduzir a um sistema de controle de versão para armazenar todos os códigos-fonte.

Isso, acaba associado aos dados de configuração de infraestrutura de TI e a um sistema de automação de pipeline de entrega de software.

Quer saber mais sobre DevOps? Gostou do nosso tema abordado? Ou quer deixar o seu ponto de vista?

Enfim, não hesite e comente o que você achou sobre o nosso texto.

E se acaso, você ficou com alguma questão em mente, nos diga também.

Que logo após, nós, da PMG Academy, vamos te responder o mais breve. Até mais!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *