A importância do conhecimento nas organizações de TI

PMG Academy

PMG Academy

em 12 de março de 2015

Fique ligado

​Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Quando queremos efetivar a compra de algo significativo, como por exemplo um automóvel, tomamos decisões por impulso tendo apenas como base alguns fatos e impressões, ou fazemos primeiramente um extenso trabalho de investigação acerca das opções existentes? Numa compra deste tipo, iremos provavelmente ter em conta vários fatores como o consumo, o preço, artigos de opinião, comparativos, etc. Podemos inclusive passar vários dias a consultar várias fontes de informação até chegar a uma decisão final.

Do mesmo modo, a tomada de decisões numa organização de tecnologias de informação deverá também considerar fatos e dados de inúmeras fontes díspares em toda a empresa.

No entanto, esses dados poderão ser difíceis de reunir e interpretar, essencialmente devido ao fato dos ambientes de TI serem extremamente híbridos e heterogéneos.

A construção de um processo de Knowledge Management dentro da gestão de serviços IT permite-nos, através da implementação de um sistema de gestão do conhecimento (Service Knowledge Management System), assegurar que são tomadas as melhores decisões na gestão dos serviços, visto que torna o conhecimento da organização disponível para aqueles que necessitam desse conhecimento, e quando necessitam, mas não só.

A gestão do conhecimento tem também como objetivo incentivar a partilha de informação, ideias e experiências, através das mais variadas plataformas de colaboração. Este tipo de soluções permite maximizar o asset mais importante de uma organização: o conhecimento.

Ao aumentar a comunicação, consciencialização e colaboração efetiva de utilizadores e IT staff, as organizações têm a oportunidade de utilizar a inteligência colectiva de contribuintes individuais, permitindo assim uma contínua otimização de processos e procedimentos.

Outro dos fatores a ter em conta será o perfil de utilizadores que existe nos dias de hoje. O utilizador de serviços TI do presente não é o mesmo utilizador de há uma ou duas décadas atrás.

O usuário do presente cresceu com tecnologia, é um utilizador que ultrapassa as dificuldades que possam surgir na utilização de um serviço TI com um elevado grau de autonomia. Esforços deverão ser postos em prática para que seja implementada uma base de dados de conhecimento que permita uma eficiente utilização da mesma por parte dos utilizadores (“self-help”).

Se este fator crítico de sucesso for atingido, estaremos na prática a libertar recursos para outro tipo de tarefas que não a resolução de incidentes ou problemas, reduzindo assim o custo associado à entrega e suporte de serviços de TI.

Afinal de contas, o conhecimento não ocupa espaço.

Fonte: computerworld


 Estude para certificações de TI com nossos cursos online, acesse agora!


Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Manifesto ágil
Artigos
Henrique Mata

O Manifesto Ágil!

O Manifesto Ágil! Lembra que falamos sobre o movimento da agilidade no post anterior? Então,

Leia Mais »

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá Visitante! 😊 Você têm: Expirado!
00 Days
00 Hrs
00 Mins
00 Secs
para aproveitar o desconto de 15% (apenas nos cursos) Resgatar Agora!

@

Não ativo recentemente
X
X
X